Escrito em 30/08/2014, 14:32

Os candidatos ao Governo do Estado do Paraná estarão frente a frente na próxima quarta-feira (03/09) em debate no auditório da UEL (Universidade Estadual de Londrina). Este será o primeiro debate organizado em conjunto pelos sindicatos das IEES (Instituições Estaduais de Ensino Superior) e terá como foco às propostas dos postulantes para as universidades públicas paranaenses.

Todos os candidatos foram convidados para participar do debate, que terá início às 9 horas, no auditório Cyro Grossi. As assessorias dos políticos já receberam ofícios com as regras do debate. No primeiro bloco, por ordem de sorteio, os candidatos apresentarão suas propostas ao Ensino Superior. O segundo bloco será de perguntas entre os candidatos, enquanto o terceiro contará também com questões de professores e agentes universitários.

Já o quarto bloco e último bloco será reservado para as considerações finais de cada postulante. Nesta última etapa do evento os candidatos assinarão uma “Carta Compromisso com as Universidades Paranaenses” que detalha o histórico, bandeiras e aspirações de milhares servidores das sete universidades que participarão do debate:  Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná), UEL (Universidade Estadual de Londrina), UEM (Universidade Estadual de Maringá), UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste), UNESPAR (Universidade Estadual do Paraná) e UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná).

A Carta Compromisso pede respeito à Autonomia das Universidades referenciadas na Constituição Brasileira e Constituição do Estado do Paraná; cumprimento integral da Constituição Brasileira e do Paraná quanto ao repasse dos 2% para a Ciência e Tecnologia; não privatização das Universidades Públicas Estaduais em suas diversas facetas (contingenciamento dos recursos, maior parte do orçamento para as universidades privadas, terceirização e a implementação das fundações); compromisso de execução do orçamento das Universidades sem contingenciamento e ampliação dos mesmos, partindo no mínimo do percentual inflacionário; compromisso de execução rigorosa dos cronogramas do repasse de Custeio.

A presidente do Sinteoeste (Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Oeste do Paraná), Gracy Kelly Bourscheid, ressalta a importância das universidades públicas no desenvolvimento econômico e social. "É um momento histórico para as universidades, uma vez que será o primeiro debate promovido por esses sindicatos que foram as primeiras organizações de classe dentro das IEES. Essas entidades tem papel fundamental não somente para a luta pelos direitos dos servidores, mas também para o processo democrático", comenta. O debate é organizado pelo Sinteemar, Sinteoeste, Assuel, Sindiprol/Aduel, Sinpropar, Sintespo e Sintesu.